Saiba como aprender inglês com música de um jeito fácil


Aprender e praticar inglês não se limita aos métodos tradicionais.

Compartilhar
Saiba como aprender inglês com músicas de um jeito fácil

Vou começar este artigo falando dos benefícios logo de cara. Aprender inglês com música acelera o aprendizado do idioma, além de melhorar a compreensão oral e a pronúncia.

Partindo disso, você já sabe a relevância desse artigo e porque você precisa lê-lo até o fim.

Bem, já falei outras vezes sobre a importância de aprender uma segunda língua e que o inglês é uma das línguas mais faladas no mundo, principalmente com o avanço da tecnologia.

Também já dei algumas dicas para praticar a língua inglesa e acelerar seu aprendizado: Como melhorar o inglês sem sair de casa.

Porém, gostaria de frisar que aprender um novo idioma não precisa ser encarado como uma obrigação. Mas sim, pensar nos benefícios desse aprendizado e tornar isso prazeroso.

E é isso que eu vim te mostrar neste blog post. Quero compartilhar com vocês como aprender inglês com músicas.

Além de ser divertido, as músicas trazem muito vocabulário, frases e expressões úteis e do cotidiano. Então, você consegue perceber o uso da língua pelos nativos.

Paralelo a isso, estudar com músicas ajuda a treinar o ouvido para a compreensão do que se ouve e praticar a pronúncia.

Para cantar uma canção em língua inglesa, é bom primeiro entender o que está sendo dito.  Por isso, trago abaixo o trecho de uma música para analisarmos.

Lembre-se que esta é uma possível interpretação da letra, não a única.

Dicas para aprender Inglês com música: análise do trecho de música

Charlie Puth – We Don’t Talk Anymore (feat. Selena Gomez)

Don’t wanna know – Eu não quero saber

If you’re looking into her eyes – Se você está olhando nos olhos dela

If she’s holding onto you so tight – Se ela está te segurando tão firme

The way I did before – Da mesma maneira que eu fiz antes ou do jeito que eu fazia.

overdosed – Eu fiz demais, exagerei

Should‘ve known your love was a game – Deveria saber que seu amor era um jogo

Now I can’t get you out of my brain – Agora eu não consigo tirar você do meu cérebro (da mente, da vida)

Oh, it’s such a shame – Oh, é uma vergonha (talvez se sente envergonhada por ter feito muito, amado muito em um relacionamento que não deu certo)

That we don’t talk anymore – Que nós não nos falamos mais

We don’t talk anymore – Nós não nos falamos mais

We don’t talk anymore – Nós não nos falamos mais

Like we used to do – Como costumávamos fazer

We don’t laugh anymore – Nós não rimos mais ou nós não nos amamos mais

What was all of it for? – Para que foi tudo isso?

Oh, we don’t talk anymore – Oh, nós não nos falamos mais

Like we used to do – Como costumávamos fazer

OK? Que tal tentar ler o trecho em voz alta?

Agora que você já aprendeu uma parte da letra e sabe o que está cantando, vamos falar sobre alguns tópicos da estrutura da língua, grifados acima.

O que foi possível aprender de Inglês com a música?

 – Verbos regulares e irregulares: No passado alguns verbos sofrem alteração, como por exemplo, do que no passado é did. Outros, os regulares, no passado tem -d ou -ed acrescentados, como overdosed (overdose).

– Used to: Indica que uma ação acontecia frequentemente no passado, mas isso não acontece mais, ou pelo menos, não tão frequente como antes, por exemplo, “Quando criança costumava ir à escola de bicicleta”.

– So: Pode ser usado como uma conjunção indicando conclusão ou como advérbio de intensidade, como na música “so tight”, tão apertado.

– Wanna: É modo informal para want to (I want to learn English) ou want a (I want a car). Talvez você já tenha percebido isso em outras músicas, é comum o uso em razão da melodia e da expressão cultural, assim usa-se modo informal.

– Verbos modais should e can: Can indica habilidade, possibilidade ou em perguntas pode ser usado como pedido informal (Can I borrow your car?). Na música, o can aparece na forma negativa “can’t”.


O verbo modal should representa um conselho ou uma recomendação, portanto, pode ou não ser cumprido. Na música o verbo should aparece com as palavras have known que pode significar “deveria ter sabido”, portanto deveria saber (era aconselhado/melhor).

– Get out: existem vários usos para o get out. O sentido mais comum é sair, mas também pode ser usado com o sentido de escapar, tirar, vazar uma informação e publicar.

– Into e Onto: são preposições que podem ser usadas para expressar uma ação ou movimento, equivalem, muitas vezes a no(s), na(s). 

Into, pode ser usado quando estiver falando sobre ir para dentro de um lugar. Onto pode ser usado para dizer que alguém ou alguma coisa se move para uma posição numa superfície.

Como memorizar os tópicos de Inglês aprendidos com a música

Muito bem, sugiro que agora você acompanhe cantando a letra com a melodia. Identifique as palavras que tem dificuldade para pronunciar e preste atenção em como elas são ditas na música.

Repita quantas vezes for necessário.

Ótimo, se você acompanhou esse post em cada passo, acompanhou a letra e leu os detalhes extras, depois pode cantá-la. Tudo isso com uma música que você ouve com frequência por ai.

Nessa música você também aprendeu cerca de 50 palavras em inglês. Nada mal para poucos minutos, né?

É muito mais fácil memorizar letras de músicas do que diálogos, então, o vocabulário novo tem maior chance de ser lembrado porque você irá repeti-lo toda vez que cantarolar ou ouvir no rádio.

Compartilhar

estude gratuitamente
com a kultivi

CADASTRE-SE