Passo a passo básico para estudar matemática


Entender matemática pode ser mais simples do que você imagina se você seguir estes 7 passos básicos para estudar matemática.

Compartilhar
passo a passo para estudar matematica

Você é do grupo que ama estudar matemática ou pertence ao grupo que não consegue memorizar tantos cálculos e fórmulas?

Há muitos estudantes que mantém um relacionamento, digamos, não harmonioso com matemática.

Se você é uma dessas pessoas, este artigo pode ajudar. São dicas infalíveis para estudar matemática e parar de procrastinar.

O que normalmente acontece com as disciplinas que não gostamos é deixá-las para estudar em outro momento, ou até deixar fora do cronograma de estudos.

Isso é um erro, porque se você não tentar suprir esta dificuldade de início, poderá afetar todo o seu processo de estudo.

O ideal é inserir no seu plano de estudos um tempo apenas para identificar quais são as suas reais dificuldades em matemática, e na sequência, planejar uma estratégia.

É importante que você tenha uma noção geral dos conceitos da disciplina, não apenas os tópicos cobrados no edital.

Se você ainda não tem certeza sobre por onde começar, confira o passo a passo básico para estudar matemática.

Esses 7 passos podem contribuir muito para você criar um bom relacionamento com a disciplina.

Domine os cálculos básicos

Dê um passo de cada vez. Busque aprender ou relembrar os cálculos básicos e os conceitos gerais da disciplina antes de partir para fórmulas mais complexas.

Aprender matemática é um processo cumulativo, você precisa solidificar a base para então ser capaz de progredir.

Lembre-se que alguns cálculos básicos como por exemplo, multiplicação, divisão, fração, entre outros, são parte da resolução de exercícios mais complexos.

Se você não entender como estes funcionam e como podem ser aplicados, talvez você tenha mais dificuldade para resolver os demais exercícios.

Por isso, domine os cálculos básicos.

Resolva questões

Para aprender matemática é necessário estudar ativamente. Novamente, matemática é um processo cumulativo, portanto quanto mais você praticar, mais compreensível a disciplina será para você.

Estude a teoria, entenda as fórmulas e pratique com exercícios. Mesmo que poucos exercícios por dia podem ajudar significativamente no seu desempenho.

Corrija os erros

Após a resolução de exercício, confira se alcançou o resultado correto. Caso não tenha acertado, volte para a resolução da questão e observe todo o processo.

Talvez tenha sido apenas um detalhe no início da resolução que fez você errar o restante.

Se você não conseguiu identificar o erro, reveja a explicação e exemplos.

Outra opção é buscar exercícios resolvidos na internet. A tentativa e erro são grandes aliados na aprendizagem.

Tire dúvidas

Caso você tenha realmente tentado várias formas de resolver o exercício e não conseguiu, procure um professor ou amigo que possa tirar suas dúvidas.

Mas antes de pedir ajuda, tente resolver sozinho. Essa prática ajuda no desenvolvimento do raciocínio e na autocorreção – que são fundamentais durante uma prova.

Se você conseguir identificar o erro por conta própria, isso significa que você entendeu a lógica da matemática e que as horas de estudo estão surtindo efeito.

Porém, não se cobre tanto, dê um tempo para a absorção do conteúdo. Tente resolver o mesmo exercício algumas horas depois ou no dia seguinte.

Um passo de cada vez.

Organize um material para consultas rápidas

Outra dica que funciona é usar uma colinha com as fórmulas mais usadas.

Crie seu próprio material para usar durante a resolução de exercícios. Anote as fórmulas mais usadas e indique quando usá-las.

Isso facilita no dia a dia e ajuda a memorizar o conteúdo.

Além disso, criar o próprio material é uma forma de estudar e relembrar conceitos.

Relacione a teoria com aplicações no dia a dia

Enquanto estiver estudando, tente relacionar os conceitos com aplicações do cotidiano.

Há vários exemplos disponíveis para consulta e provavelmente você já ouviu algum professor usar um exemplo prático para explicar a teoria.

Desenvolva ou memorize exemplos que ajudarão você na resolução dos exercícios.

Muitas vezes, a linguagem matemática não é facilmente compreendida ou lembrada, já com aplicações práticas fica mais fácil.

Matemática também é interpretação de texto

Entender o enunciado dos exercícios faz diferença para chegar ao resultado correto.

Se você ler com atenção e analisar o que diz o enunciado – ou os gráficos e tabelas – conseguirá identificar o que é necessário calcular para chegar à resposta correta.

Interpretar o enunciado é parte indispensável para matemática. É nele que estão detalhadas todas as informações.

Muitos estudantes não interpretam o exercício e por isso, sentem mais dificuldade.

Essas dicas são essenciais para o aprendizado da matemática.

Tente aplicá-las no seu cronograma de estudos e nos conte sua experiência.

Compartilhar

estude gratuitamente
com a kultivi

CADASTRE-SE