Descubra o que importa para um cronograma de estudos eficiente


É possível encontrar muitos modelos de cronograma de estudos, mas para criar um cronograma perfeito para você é preciso seguir estas dicas.

Compartilhar
Descubra o que importa para um cronograma de estudos eficiente

O cronograma de estudos – ou planejamento de estudos – já serviu de tema para diversos debates, dicas, reformulações, modelos perfeitos e tantas outras discussões que o envolvem.

Mas e você, o que sabe sobre isso? Segue um? Ensinou ou ajudou alguém a fazer?

Primeiro, precisamos extinguir da sua cabeça a ideia de que existe um cronograma perfeito pronto para download na internet.

Porque o cronograma de estudos ideal é aquele que atende sua rotina, suas necessidades e que é organizado por você.

Combinado?! Tudo OK? Então vamos prosseguir.

Reuni aqui alguns pontos para te ajudar a criar um cronograma de estudos – que funcione para você, é claro.

Já aviso que dá trabalho, que exige reflexão e que ele nunca está acabado. Isso mesmo, ele passa por reformulação semanalmente, se você sentir necessidade.

Maaaaaasss, seu objetivo é aprovação né? Então, já diria um ditado popular que: “O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”.

É isso. Chega de clichês e vamos às dicas.

Pesquise sobre a prova e o que você precisa estudar

Antes de qualquer coisa, faça uma boa pesquisa sobre o que será cobrado de você. Não adianta quebrar a cabeça tentando encaixar sua rotina em uma tabela se você não sabe por onde começar.

Pesquise sobre a banca, leia o edital com atenção, busque dicas e, principalmente, consulte as provas anteriores. É com base nelas que você conseguirá identificar quais são suas reais dificuldades e pontos fortes.

Isso porque não adianta você achar que é bom em Português, porque na época da escola você tirava notas boas na redação. Isso não se aplica à realidade.

Cada processo seletivo cobra os conteúdos de forma diferente. Por isso você precisa conhecer a banca e observar atenciosamente as provas anteriores.

Para que você possa identificar se é bom em Português, naquelas questões, naquele formato, entende?!

Seja realista no processo.

E coloque na cabeça que os tópicos que você tem dificuldade são tópicos a melhorar. Apenas.

Não seja pessimista e não perca a motivação diante dos desafios.

Isso significa que você precisa organizar um cronograma de estudos que dê conta destas dificuldades e não entrar em paranoias.

Separe seus compromissos fixos

Pense sobre a sua rotina. Anote seus compromissos. De preferência, coloque-os no papel ou em uma planilha.

Contabilize tudo, leve em consideração o tempo gasto no trânsito, alimentação, os momentos de lazer, as atividades triviais e tudo mais que faz parte da sua rotina.

Algumas coisas não são delegáveis. Não se iluda.

Mas, se depois de você preencher os espaços com a sua rotina e perceber que não há horário disponível para estudar, repense sua rotina e veja se não há nada que possa ser reajustado.

Seu objetivo é passar naquela prova importante, não é? Então estabeleça suas prioridades.

No entanto, JAMAIS deixe de dormir ou se alimentar em razão disso. Essas atividades são fixas, fundamentais e não delegáveis. Combinado?

IMPORTANTE: se você faz algum curso preparatório para Concurso, Enem, OAB, ou faz algum curso de graduação, Ensino Médio ou algo do gênero, saiba que este é compromisso fixo.

O cronograma ou plano de estudos serve para você organizar o estudo de casa, quando você estuda sozinho.

Assistir aulas apenas, assim passivamente, não necessariamente significa estudar. Certo?

Intercale as disciplinas no cronograma

Leve em consideração suas afinidades, dificuldades e distribua as disciplinas de modo a não deixar disciplinas parecidas na sequência.

Mesclar as disciplinas entre exatas e humanas ajuda seu cérebro a manter a concentração. Isso porque você não ficará muito tempo na mesma atividade.

Digamos que matemática seja sua dificuldade. Para aprendê-la você demandará mais esforço.

Então, se você distribuir as disciplinas de modo que Raciocínio Lógico venha na sequência de matemática, seu nível de concentração será menor do que se você estudar História após Matemática.

Beleza?!

Já falamos anteriormente, mas vale reforçar que o cronograma de estudos ideal é aquele que funciona para você.

Esta é a razão que nos leva para a próxima dica.

Mude o cronograma

Como disse, o cronograma de estudos precisa atender às suas necessidades.

E isso é possível porque você o personalizou.

Desse modo, sempre que sentir necessidade, altere seu cronograma. Reavalie seu desempenho e modifique-o.

Vale ressaltar que o desempenho pode ser medido pelos acertos nas questões, pelo tempo que você consegue se manter concentrado enquanto estuda, entre outros.

Reserve uma lacuna no seu cronograma como uma reserva (de tempo) de emergência.

“Como assim?”

Sabe aqueles imprevistos que acontecem durante a semana? Pode acontecer de um dia você precisar ir ao médico, pegar um resfriado, levar o carro na oficina.

Se precisou usar um tempo de estudo durante a semana para resolver algum pepino, use a reserva de emergência para dar conta da disciplina que ficou para trás.

Tempo x Qualidade no cronograma de estudos

Altere seu mindset e pense na qualidade dos estudos. Reveja o tempo que você gasta estudando para saber se está sendo efetivo.

Já parou para pensar quantos minutos você consegue se manter concentrado em uma mesma atividade?

Obviamente que isso varia do seu interesse naquela atividade.

Então, respeite suas limitações.

Estabeleça pausas controladas entre os estudos. Você pode, por exemplo, determinar 5 minutos para tomar água e levantar da cadeira para um alongamento após 40 minutos de estudo de uma disciplina.

Ou ainda, 10 minutos entre a mudança de uma disciplina ou outra.

Porém, durante estas pausas NÃO acesse redes sociais ou fique no celular. Use este tempo para comer, alongar, beber água ou ir ao banheiro.

Lembre-se que a quantidade de horas não é o que te fará ser aprovado, mas sim, se o que você leu/viu/ouviu/praticou foi memorizado.

Ainda nesta dica, quero chamar sua atenção para algo fundamental: o tempo de estudo de cada disciplina varia de acordo com o peso dela na sua prova.

Além disso, reflita sobre o grau de dificuldade daquela disciplina para você.

Por isso, siga a sugestão do início deste artigo: pesquise sobre tudo que será cobrado e avalie seu desempenho.

Estabeleça um dia de descanso

O dia mais esperado da semana!

Sim, você merece (e precisa) de um tempo de descanso, recarregar as energias, sair com os amigos, ver um filme, ver a família, enfim.

Seja qual for a sua atividade de lazer, determine um dia para atendê-la.

Não há discussão sobre a importância e os benefícios deste momento para a qualidade e seu desempenho na preparação.

E não precisa ficar com a consciência pesada por isso. Você fez sua parte durante a semana, agora aproveite um momento sem cobranças.

Revise os conteúdos

A revisão é mais do que importante, é essencial. Ela representa muito na sua aprovação.

Não assista passivamente às aulas, faça anotações com os tópicos principais e você terá um material de revisão. Isso também vale para as leituras.

Não tem o hábito de fazer anotações? Sugiro que você reveja seu jeito de estudar.

Neste artigo, eu encontrei dicas valiosas para fazer anotações durante aulas e palestras sem precisar passar a limpo, e quero compartilhar com vocês.

Há diversas formas de revisar os conteúdos. Seja pelos resumos, mapas mentais ou questões, eu sugiro que você determine no seu cronograma um espaço para isso.

Saiba que quanto menos tempo você levar para rever determinado conteúdo, mais fácil será sua memorização.

Portanto, organize bons materiais para a revisão e use-os com frequência.

Aliado a essas leituras, pratique seus conhecimentos resolvendo questões. Não vou falar muito sobre isso, porque você já está cansado de saber, não é mesmo?!

Bem, eu espero que estas dicas tenham esclarecido algumas dúvidas e ajudado no planejamento.

Planejar os estudos é uma das estratégias para a aprovação.

Até mais!

Compartilhar

estude gratuitamente
com a kultivi

CADASTRE-SE