Física Enem: 5 dicas para mandar bem na prova


Fácil para uns, difícil para outros, o fato é que Física no Enem é disciplina que merece a atenção dos estudantes. Confira 5 dicas para ir bem na prova.

Compartilhar
fisica-enem-5-dicas

Temida por muitos, Física no Enem é uma das disciplinas que, geralmente, ocupa maior parte dos cronogramas de estudos.

Isso porque é uma disciplina que exige muita prática.

Em 2018, a nota média geral em Ciências da Natureza foi 493,8. Um pouco mais baixa que em 2017.

São diversos os fatores que podem afetar essa nota, porém, o que sabemos é que, seguindo algumas dicas e estudando adequadamente, é possível melhorar.

Por isso, listamos abaixo 5 dicas básicas e fundamentais de Física Enem para mandar bem na prova.

Confie, isso vai fazer a diferença.

Mas, se você não quiser ver as dicas e ir direto para os estudos, pode acompanhar um curso completo preparatório para o Enem.

São 60 videoaulas de Física.

1 – Estude conteúdos recorrentes no exame

O Enem exige dos candidatos a capacidade de interpretação e resolução de problemas.

Em Física as questões são de nível médio e normalmente abordam os tópicos abaixo.

Mecânica, energia (principalmente transformações de energia), Eletricidade, Fenômenos ondulatórios, óptica, termologia, Estudos dos movimentos e aplicações das leis de Newton.

Estude e resolva várias questões das provas anteriores para entender como esses tópicos são cobrados no exame.

(INEP/ENEM 2013) Quando a luz branca incide em uma superfície metálica, são removidos elétrons desse material. Esse efeito é utilizado no acendimento automático das luzes nos postes de iluminação, na abertura automática das portas, no fotômetro fotográfico e em sistemas de alarme.

Esse efeito pode ser usado para fazer a transformação de energia


(A) nuclear para cinética.
(B) elétrica para radiante.
(C) térmica para química.
(D) radiante para cinética.
(E) potencial para cinética.

2 – Saiba o básico, memorize as fórmulas mais cobradas

Concentre-se em saber resolver as questões de assuntos recorrentes no exame, então não há necessidade de decorar todas as fórmulas da Física.

Decore – e saiba usar – aquelas fórmulas gerais, as básicas de cada área, pois é isso que o Enem vai exigir de você.

Foque no que você vai precisar durante a resolução das questões.

Se para você é difícil memorizar as fórmulas, tente usar exemplos do dia a dia.

Ou ainda, outra opção é usar macetes, acrônimos ou frases que possam ajudar a lembrar da sequência da fórmula.

Quer exemplos?

Fórmula: V = Vo + A.T
Macete:Vi Você à Toa

Fórmula: S= So + V.t
Macete: Sorvete

Fizemos um vídeo com as principais fórmulas de cinemática, confere ai.

E, obviamente, se você tem alguma dificuldade com algum conceito básico de Matemática, eu sugiro que você resolva isso o mais rápido possível.

Soma, multiplicação, subtração, fração e equações de 1º e 2º grau são úteis em vários exercícios de Física.

3 – Dinamize seu estudo

Entender os conceitos e saber usar as fórmulas vai exigir de você dedicação. É preciso conseguir resolver problemas e explicar como certos fenômenos acontecem.

No entanto, nem sempre somos capazes de fixar as explicações de uma única vez. Precisamos ouvir o professor, ler, fazer exercícios, ouvir outra explicação e assim por diante.

Portanto, busque diferentes formas de estudar. Estude sozinho e depois reúna alguns amigos para discutir os conceitos e questões.

Quando você ensina alguém, você aprende muito mais e, provavelmente, não esquecerá.

Caso não goste muito desse estudo em grupo, explique para você mesmo em voz alta. É legal também, ler e interpretar o enunciado da questão em voz alta.

4 – Interprete a questão

Atenção ao enunciado. Analisar com atenção os gráficos, figuras e tabelas é fundamental.

O Enem costuma apresentar enunciados relacionados ao cotidiano, por exemplo, consumo de energia, potência de aparelhos e circuitos elétricos.

Portanto, fazer essas relações com o cotidiano durante a leitura do exercício vai facilitar o entendimento.

Se preferir, circule informações importantes ou ilustre o que o enunciado está descrevendo. Talvez com a imagem você consiga entender melhor.

5 – Monte seu material de revisão

Anote, desenhe trajetórias, crie mapas conceituais, ilustre os conceitos. Organize seu material de revisão da forma que mais funciona para você.

Só pelo fato de planejar e dedicar um tempo refletindo sobre os conceitos e fórmulas de Física, você já ajudará seu cérebro a armazenar tudo o que é importante.

Aproveite seu tempo de estudo da melhor forma possível.

Estude aos poucos, é importante que você aprenda de verdade o conteúdo.

Gostou das dicas?

Então compartilha e estude para o Enem com a Kultivi.

Até logo!

Compartilhar

estude gratuitamente
com a kultivi

CADASTRE-SE