Como estruturar a sua redação no Enem


Garantir boa nota na redação do Enem pode colocar o candidato nas melhores posições no Sisu. Saiba o que sua redação deve ter para tirar nota 1000.

Compartilhar

Para alguns candidatos a redação é o pesadelo do Enem.

Sinceramente, é possível sim escrever uma redação nota 1000 sem tanto sofrimento.

A dica é praticar e entender o gênero solicitado (texto dissertativo-argumentativo).

Escrever a redação para o Enem exige reflexão, conhecimento de aspectos sócio-históricos sobre o tema, além de senso crítico e domínio das 5 competências.

Você sabe quais são as 5 competências?

COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita.

COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários à construção da argumentação.

COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Se você praticar, mesmo que um pouquinho por dia vai conseguir maior afinidade com a escrita e sobre como usar adequadamente os argumentos.

Outra ação fundamental é ler diferentes gêneros, principalmente redações com nota 1000 dos anos anteriores, autores contemporâneos, artigos de opinião e notícias em jornais e revistas.

A leitura amplia seu vocabulário, acrescenta diferentes opiniões ao seu conhecimento prévio e desenvolve sua habilidade de escrever.

Elementos essenciais na redação

Para que seu texto seja completo e atenda a proposta do gênero você precisa abordar os seguintes elementos:

FATOS – O que aconteceu ou acontece na sociedade atual?

TESE/OPINIÃO – O que eu penso sobre isso?

ARGUMENTOS – Quais as razões que me fazem defender essa hipótese?

INTERVENÇÃO – Minha sugestão para resolver ou minimizar o problema apresentado na introdução.

Ao organizar a estrutura do texto, considere os elementos acima. Desta forma, será mais fácil construir um texto coerente.

O que fazer antes de começar o rascunho?

Antes mesmo de ler os textos motivadores, observe a frase tema da proposta.

Observe cada palavra e pense sobre elas. Pense em possíveis ramificações ou possíveis linhas para argumentação.

Após compreender o tema, leia os textos motivadores e grife as partes importantes.

Então, munido de todas as informações que necessita, comece a elencar as ideias e frases.

Acredite, muitos candidatos perdem pontos por fugir do tema. Parece um erro básico, mas acontece. Exemplo disso foi o tema do Enem 2018: “A manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

A proposta não falava sobre o comportamento do usuário, ou melhor, sobre o tempo de uso da internet e rede sociais, mas sim sobre os dados que os usuários disponibilizam.

Portanto, era interessante pensar sobre os aspectos econômicos, sociais e, principalmente, de consumo. Além de ser possível abordar a relação do controle de dados e as grandes empresas de tecnologia.

Agora que você já entendeu a importância de analisar o tema, podemos partir para as partes da redação: introdução, desenvolvimento, conclusão.

Introdução

A função da introdução é apresentar o que será abordado na redação, porém, também serve para mostrar a relevância e atualidade do tema.

Além disso, é importante também definir sua tese na introdução.

Fale sobre a existência do problema de forma contextualizada e apresente uma tese.

Na introdução você poderá usar os recursos:

– Fatos, dados, conceitos, exemplos

– Contextualização histórica

– Abordagem social

Lembre-se que todos os parágrafos precisam estar em harmonia, por isso, feche a introdução de forma a “puxar” o desenvolvimento.

Desenvolvimento

Use o desenvolvimento para defender sua opinião com argumentos consistentes.

Na introdução você apresentou sua tese (sua opinião, contra ou a favor do tema), então agora no desenvolvimento você deve explorar a tese, apresentando bons argumentos.

Para isso, é possível estabelecer relações de causa e consequência, citar autores que reforcem seu argumento, exemplificar, comparar, apresentar lógica argumentativa.

Organize seu texto de modo que você trabalhe os argumentos em dois parágrafos. Um parágrafo para um argumento e o segundo parágrafo para outro argumento.

Nesse momento, foque em defender sua tese.

Ah, elementos conectivos são muito bem-vindos para ajudar a deixar os parágrafos coesos e coerentes.

Conclusão

A conclusão no Enem vai além de fechar o texto. Afinal, uma das 5 competências é apresentar uma proposta de intervenção para o problema que você apresentou na introdução.

Desse modo, uma proposta de intervenção nota 1000 precisa ser válida, aplicável, que respeite os direitos humanos e que traga resultados a longo prazo.

Não se esqueça de detalhar essa proposta de intervenção: o que, quem, como.

Finalize a conclusão reforçando e validando a sua tese.

Bom, espero que tenha gostado das dicas e não deixe de praticar.

Ainda tem dúvidas sobre cada parte da redação? Então prepare-se com nosso curso completo gratuito.

Compartilhar

estude gratuitamente
com a kultivi

CADASTRE-SE